Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Luedji Luna e a sensualidade e o desejo das mulheres negras

26/12/2022

Cantora lança versão deluxe do álbum “Bom Mesmo é Estar Debaixo D’Água” dando ênfase à sensualidade e desejo das mulheres negras

Dois anos após ter nos deixado imersos em seu álbum “Bom Mesmo é Estar Debaixo D’Água”, a cantora e compositora baiana Luedji Luna volta à cena com uma versão deluxe do disco. Lançado no dia 25 de novembro nas plataformas de streaming, o trabalho continua com o amor como seu tema central. Entretanto, a ênfase agora está na sensualidade e desejo das mulheres negras.

“É o amor que nos torna ou não humanas. E por muito eu desejei muito ser humana e ser amada”

LEIA TAMBÉM: O que é Muximba? Palavra africana se popularizou com Luedji Luna

Composto por canções que ficaram de fora da primeira edição, “Bom Mesmo é Estar Debaixo D’Água Deluxe” reúne ao todo, dez músicas inéditas e de autoria própria de Luedji, além de três remixes de faixas do trabalho anterior.

Outra novidade do disco são as sonoridades que vão do R&B ao eletrônico, com um toque de neo-soul e jazz. A diversidade de camadas e grooves intimistas entregam um som mais sensual, elegante e potente. Trata-se de um lado de Luedji desconhecido pelo público, mas com sua qualidade artística de sempre.

Para contribuir com a narrativa do amor, sensualidade e desejo das mulheres negras, o álbum conta com participações especiais faladas de Aza Njeri, Day Rodrigues, Linn da Quebrada, Mayra Andrade, Nuna Nunes, Valdecir Nascimento e Winnie Bueno. Cantam com a baiana, a MC Nina do Porte (mais conhecida como N.I.N.A) e Yoùn, que se fazem presentes nas faixas “Metáfora” e “Salto”, respectivamente.

Além disso, a versão deluxe traz nomes da música negra internacional, como do produtor e rapper norte-americano Oddisee, na faixa “Sinais”, e da produtora e compositora etíope-estadunidense, Mereba, na faixa “Pele”. Essa última, aliás, é uma das riquezas desta nova fase de Luedji (e uma de minhas canções favorita). “Pele” é a primeira música composta pela cantora, que na época tinha dezessete anos, morava em Salvador e tinha acabado de dar seu primeiro beijo.

Como bônus tracks temos os remixes de “Manto da Noite” (produzido por Theo Zagrae), “Lençóis” (Be-Atrz) e “Bom Mesmo É Estar Debaixo D’água” (Sango).

A versão deluxe de “Bom Mesmo é Estar Debaixo D’Água” conta com produção executiva de Regiane Silva. As faixas foram produzidas por Kato Change (expoente do jazz africano contemporâneo), Theo Zagrae e a própria Luedji Luna e mixado por Russel Elevado (filipino residente nos Estados Unidos) e masterizado pelo norte-americano Randy Merril. Outro nome ilustre do álbum é o do produtor musical John Key (baterista e produtor de Solange Knowles) que atuou em “Pele”.

Além das músicas, Luedji presenteou os fãs com um videoclipe. A canção escolhida para o primeiro trabalho audiovisual do Deluxe foi “3 Marias”, a música narra a profundidade de uma paixão por alguém casado. Com direção de Joyce Prado, parceira antiga da cantora, o projeto traz Luedji dando vida a uma stripper.

Com coreografia, desenvolvida por Gabb Cabo Verde, vemos uma Luedji sexy – toda natural e bonita pá caramba – em um clipe cheio de referências às pombagiras. O filme ainda conta com participações de potências pretas como Érica Malunguinho, Gabb Cabo Verde, Wagner Guarani-Kaiowá, Mc Lalão, Fernando Rocha e Vicente Noel no elenco, além de depoimentos de profissionais do sexo (assista o clipe abaixo).

Devo confessar: sou suspeita para falar de Luedji Luna e seu trabalho. Como mulher negra, sua arte tem um significado imenso para mim. Porém, o leitor há de convir que a cantora entrega tudo e é uma das artistas mais completas da atualidade. Quando achamos que acabou, ela volta e entrega mais uma porrada!

E se você aí do outro lado me permite uma dica. Este álbum é perfeito para ouvir tomando um vinho, sozinha ou com o love na hora do chamego. No mais, mergulhe de peito aberto e se deixe afogar sem medo, pois bom mesmo é estar debaixo d’água com Luedji Luna.

ASSISTA AO CLIPE 3 MARIAS

Quem escreveu

Inscreva-se na nossa

newsletter

MATÉRIAS MAIS LIDAS

ÚLTIMAS MATÉRIAS

NEWSLETTER EMERGE MAG

Os principais conteúdos, debates e assuntos de cultura, direitos humanos e economia criativa interseccional no seu e-mail. Envio quinzenal, às quartas-feiras.